Retomando a leveza na relação com meu passado.


Quando vi minha mãe depois que constelei, ela parecia outra pessoa. Sua expressão, o modo de falar, a expressão, mais leve, mais calma.


Eu sempre senti um amor tão grande de minha mãe por minha avó, que parecia que não sobrava para nós, filhos.


Quando vi minha avó dessa vez, senti um alívio, e a certeza que o que eu sentia, não era coisa de minha mãe.


Desde pequena, minha mãe nos aterrorizava quando minha avó vinha nos visitar. A casa tinha que estar em perfeição, tudo em ordem, meu irmão e eu, do jeito que minha avó gostava. Tudo no lugar, exatamente como era na casa de minha avó. Essas visitas, geravam a maior confusão. Virava uma briga só, para organizar tudo para a chegada dela.


Quando vi minha avó dessa vez, senti paz, muito diferente do que sentia antes. Foi algo realmente muito diferente, inesperado e intenso. A vida toda, senti culpa por meus sentimentos por meus avós e meus tios.


Eu sentia raiva, angústia de ficar perto deles, não queria que nos visitassem. Eu escondia isso de minha mãe. Quando meu avô faleceu, o que mais doía em mim, era a culpa por meus sentimentos. Sabia que não sentiria a falta dele.


Hoje, depois da constelação, felizmente, está leve. Na madrugada depois que meu avô morreu, tive pré- eclampsia, e eu o culpava por isso, por estar naquela situação. E me culpava pela falta de sentimento. Era como se fosse um sentimento que não era meu.


Eu nunca conseguia entender porque era assim, e sempre me questionava, voltando da casa deles, pois nada parecia ter um motivo aparente. Agora quando penso no meu avô, me sinto mais leve. Meu filho começou a perguntar dos avós. Percebi que tínhamos muito pouca informação deles, o que fez com que eu e meu marido nos questionássemos e fôssemos atrás, pois fazia mais sentido agora.


Consigo entender muitas coisas, e tudo se encaixa melhor. Gostei muito!


Com um simples cadastro, conheci o trabalho da dra. Carmem, decidi e veja só isso. Sinto gratidão por tudo o que aconteceu.


Viviane.

30 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo