"Não tinha forças para me fazer valer, por isso fui invalidada.”

Atualizado: Abr 1


A partir do dia seguinte à constelação, me posicionei como uma mãe que queria fazer acontecer. Antes conseguia ficar apenas nos bastidores. Comecei a perguntar: porque tenho que me preocupar mais com os outros do que com meu filho, se não estou defendendo nada mais do que o correto e justo? 


Sempre pensei mais no outro do que em mim mesma. Isso foi a vida inteira. Pela primeira vez, senti que essa maneira de me relacionar,  foi o que me levou ao ponto em que me encontrava. Todas as antigas posturas estavam me levando à minha destruição. 


As pessoas me enxergavam como uma pessoa fraca; eu me sentia como uma criança, e fracassava,  pois não conseguia me posicionar  como uma adulta responsável . Quem me visse, naturalmente não poderia me enxergar como uma pessoa adulta responsável  ou até mesmo me respeitar. Enxerguei minha responsabilidade no caos que eu mesma estava criando.  


A prova disso, é que tomei coragem e, de uma hora para outra, resolvi desafiar as situações mais difíceis. Nessa ocasião em especial, na qual tipicamente me calaria, lembrei na hora do passado. Pensei comigo: dessa vez NÃO ! Conseguindo me expressar de forma simples, segura e sincera, percebi, para minha surpresa, o quadro se transformar de forma imediata. Finalmente, as pessoas começaram a se posicionar respeitosamente em relação a mim, pois através da Constelação, minha visão tinha mudado. 


A constelação manifestou minha verdadeira natureza, deixando para trás aquela criança desprotegida. 


Como se não bastasse, não tenho mais medo e ansiedade com relação ao futuro. Apesar da situação de divórcio litigioso muito complexa que  estou passando, sinto que venha o que vier, estou leve e confiante. Estou muito feliz por dizer isso, pois o medo estava acabando comigo. 


Tudo que relato, foi um efeito imediato e contínuo sobre mim, depois da constelação. Mas ainda tenho que acrescentar uns pontos bem interessantes. Dra. Carmem faz uma entrevista inicial, para alinhar com o cliente um pouco mais, além do material que havia passado, na direção dos resultados que eu esperava. Pensando agora, jamais nessa hora eu poderia imaginar! A partir dessa conversa inicial, antes mesmo de constelar, comecei a sonhar sobre um mesmo tema, por dez dias, sem interrupção. Contei a ela, que me disse que esta poderia ser a imagem da solução. Na hora fiquei revoltada. Nunca na vida eu poderia enxergar o quadro com essa tranquilidade e simplicidade que ela via. E me julgava totalmente incapaz de interiorizar as imagens e transformar meu coração. Pois não é que eu estava errada?


Hoje fiz meu retorno pós constelação, e ainda volto para contar para vocês, com muita alegria, todo o caminho inimaginável que percorri. 


Regina.

0 visualização

Assine para receber atualizações post e novidades. 

  • Ícone do Instagram Cinza
  • Ícone do Facebook Cinza
  • Ícone do Pinterest Cinza
  • Ícone do Twitter Cinza
  • Ícone do Youtube Cinza

@ 2020 Constelandinho feito por Hope